sexta-feira, 20 de abril de 2012

Motivação

Tema: O que te interessa? 
Texto Chave: Atos 5: 1 -11

Introdução: 


 A igreja evangélica brasileira tem recebido muito nesses últimos anos, nunca se viu tanto crescimento, milagres, curas, prosperidade, bênçãos, expansão do mercado evangélicos, evangélicos sendo reconhecido em vários cantos do país. (Colocar fotos, revistas falando dos evangélicos).
 Em meio a toda essa realidade, uma coisa me preocupa. Qual é o real interesse de virmos à igreja? 
 É importante pararmos para pensar, porque quando não assumimos o real motivo, fazemos as coisas com outros interesses e acabamos tendo uma fé sem fundamento.
 Vamos analisar a história de Ananias e Safira, e ver o que eles fizeram para que eles morressem.

Desenvolvimento: 

1. Interesse – Versos 1 e 2
 Ananias e Safira fingiram que haviam doado a importância total do campo deles que tinham vendido.
 Vamos ler Atos 4: 32 a 37 para entender melhor o contexto deste texto.
o Todos davam as suas propriedades
o Barnabé deu todo seu dinheiro (venda do campo)
o Ajudar aos outros e dar suas propriedades, era algo que ardia no coração de todos da igreja primitiva.

 Ananias e Safira em meio a todo esse mover, queriam fazer a mesma coisa. Só que eles tinham basicamente dois problemas: 
1- Empolgação – eles estavam empolgados porque todos estavam fazendo.
2- Motivação errada – eles queriam aparecer.

 Eles desejavam compartilhar da glória e da atitude da generosidade dos cristãos, mas não eram generosos em seus corações.
 Queriam a glória e o prestigio de quem tinha feito um “grande sacrifício”.

Aplicação: 
 Algumas pessoas que vem a igreja, tem os mesmos problemas que eles, principalmente adolescentes e jovens.

Empolgação 

 É levado pelo momento.
 Não sabe o que quer.
 Onde os amigos estão ele (a) está.
 Se todos estão crente ele também está (vai na onda da galera)
 Pessoas assim são levadas facilmente, não tem raiz profunda.

Motivação
 Quero começar com a mesma pergunta do começo do sermão. O que te motiva a vir à igreja?
 Qual é o seu real interesse?
 Amigos? Mulheres? Homens? Bênçãos? Prosperidade? Ser bem visto? Religiosidade? Medo ser mal falado? Medo de ir para o inferno? Programações? Porque todos estão indo?
 Quando sua motivação é errada, tudo está errado.
 Jesus deve ser a motivação.
 Tudo que eu faço é por amor a Deus. Essa deve ser a verdadeira motivação de todo cristão.

2. Ninguém esconde de Deus (Versos 3 e 4)

 Ananias e Safira acharam que podiam esconder o seu segredo, que era guardar parte do valor do campo. E Falar que deu tudo.
 O problema não foi ter dado parte do dinheiro, mas a mentira.
 Eles podiam ter ficado com todo o dinheiro da venda do campo, mas problema estava no coração.
 A atitude deles de reter demonstra o que estava no coração deles. No fundo não queriam dar. 
 A intenção deles era aparecer, mostrar para todos o que eles tinham feito.

Aplicação

 As pessoas acham que escondem de Deus. Sempre foi assim, desde o Éden.
 Esconder às vezes é melhor, mais fácil. Pois não passamos vergonha, por aquilo que fizemos, e acabamos saindo bem com todos (político).
 No fundo o coração está bem longe daquilo que é o certo.
 Quem você é de verdade?
 Você vive de aparências, mascaras, faz média com outros. Exemplos.
 Quem você quer agradar?
 Vamos ler 4b.

3. A morte ( versos 5, 9 e 10)
 A penalidade para eles foi a muita alta.
 Suas atitudes tiveram um preço muito alto
 Não adiantava voltar mais atrás.
 Eles deveriam ter pedido perdão e se reconciliado. Pedro dá a eles essa oportunidade quando pergunta, sobre qual era o valor do campo?

Aplicação
 O interesse errado leva as pessoas a destruição. 
 Quando não temos o Senhor como real motivação e interesse perdemos o foco e por isso não temos fundamento.
 Dinheiro, amigos, lideres, grupos, culto, igreja, tudo isso passa, mas o relacionamento com Deus nunca passa, levamos para a eternidade.
 Pessoas erram (lideres, pastores, pais, amigos), isso acontece. Por isso nunca apóie sua fé nas pessoas. 
 Firme sua fé em Cristo. Então você estará firmado na rocha.

Conclusão

 Avalie suas motivações e interesses.
 Lembre-se tudo que fazemos, Deus está vendo. Não escondemos nada Dele.
 Tudo isso é importante para que vejamos se temos a nossa fé firme em Deus, e nas coisas passageiras.

Um comentário: